Casal Corredor

1 – Como surgiu a ideia do Casal Corredor?

Primeiramente, é bom destacar que antes de criarmos o Instagram nós dois já corríamos e tínhamos uma história juntos. Dai, com o passar do tempo, o hábito, o gosto e o vício pelas corridas só aumentou. Percebemos então que nossos perfis individuas estava voltado apenas para corridas de rua, nossos amigos sempre perguntavam e tiravam dúvidas conosco sobre o assunto, e dai decidimos criar um perfil no Instagram, dando a ele o nome de Casal Corredor. A ideia inicial era mostrar nossos treinos e participação nas corridas, mas isso foi se expandindo e crescendo com o tempo.

Hoje nós sabemos da responsabilidade que é manter um perfil com uma grande quantidade de seguidores de todo Brasil, sabemos que muito do que nós fazemos e colocamos lá pode mudar e incentivar uma mudança de vida de muita gente. Por isso, estamos constantemente buscando fazer algo novo e que possa incentivar essa galera a ingressar no esporte.

Sigam o Instagram do Casal Corredor, clique aqui.

2 – Quais seriam as principais dificuldades e vantagens de treinarem juntos?

A principal dificuldade que nós vemos em correr juntos é o ritmo. Enquanto Amanda corre progressivamente, Gabriel já começa mais rápido e diminui no decorrer da corrida. É bem difícil conciliar isso em corridas oficiais. Já a principal vantagem que vejo é a companhia. Não são todos os dias que temos aquela disposição pra treinar, e o diferencial é justamente o apoio que a gente dá um pro outro. É bom treinar, mas com uma companhia se torna ainda mais prazeroso.

3 – Citem os principais benefícios que a corrida trouxe para ambos?

Inúmeros benefícios. Mas numa lembrança curta a corrida fez com que nós perdêssemos peso, melhoramos nossa qualidade de vida, a vitalidade para enfrentar atividades no cotidiano e até mesmo a forma de encararmos os desafios constantes que aparecem em diversas situações do dia a dia. Mas, sem duvidas, podemos dizer que, acima de tudo, o esporte veio para deixar nossa relação como casal mais próxima e forte.

4 – Quais foram as principais motivações que fizeram vocês escolherem a corrida de rua como principal esporte?

Escolhemos a corrida de rua primeiro com o objetivo de perder peso. Com o passar dos dias, logo se tornou um vicio. Mas o motivo mesmo de escolhermos a corrida de rua, é por ser um esporte bem democrático onde todos no final são campeões.

Não importa chegar em primeiro ou em último lugar, mas a sensação de cruzar a linha de chegada e colocar a medalha no peito é algo que só quem corre entende.

5 – Como descreveriam o sentimento ao verem casais que começaram a treinar juntos através do incentivo de vocês?

Para nós é uma felicidade imensa. Mas sempre gostamos de destacar que nosso perfil não está voltado apenas para casais que correm juntos. Assim como nós, existem milhares de corredores amadores espalhados por aí. Gente que acorda cedo tem seus afazeres domésticos e pessoais, mas que mesmo assim, mesmo com todo cansaço diário, chega em casa, coloca um tênis, veste uma roupa e vai treinar. E saber que nós fazemos parte desse incentivo, dessa construção de uma rotina, que parte dos dois lados, nos motiva a levar o perfil para frente.

6 – Vimos no Instagram de vocês que a Amanda estava tratando uma fascite plantar, qual o tratamento que ela faz?

Muitos sabem que os corredores são sujeitos a várias lesões e o infelizmente não temos como fugir disso. Toda lesão é complicada, mas imagina estar quase completando mais uma meia maratona e ter que abandonar a prova por conta da dor? É bem triste. Imediatamente fomos ao hospital e após realizar exames descobri mais uma lesão, a fascite plantar. Foram longos dias de tratamentos, com remédios e sessões de fisioterapia. Passei em torno de duas semanas sem correr, mas logo testei e a dor foi diminuindo. Hoje digo que não sinto mais a dor de antes, mas procuro sempre fortalecer e colocar gelo após os treinos.

7 – O que motiva vocês a estarem sempre focados nos treinos e como dividem os seus treinos?

Com certeza os novos desafios. Se não estivermos uma meta a ser alcançada não vamos a lugar algum. E, consequentemente, se não estipularmos um determinado objetivo, seja no mês, no semestre ou no ano, não existe o foco. Então, a dica que nós damos é colocar sempre uma nova meta. É assim na vida, é assim também no esporte. Seja ela qual for. Pode ser perder peso, aumentar a distância que for correr a participação em determinada prova, enfim, são muitos os casos, mas coloque sempre um horizonte nos seus passos.

8 – Vocês tem a noção de quantas provas já correram juntos?

Eita! Teria uma pergunta mais fácil? Hahaha. Desde o final de 2016 colecionamos vários quilômetros e medalhas. Temos em média 50 medalhas (cada um) e 5 pódios por categoria. Parece muito, mas ainda pouco para o que queremos alcançar.

9 – Qual o grande sonho de vocês dentro das corridas? Existe alguma prova que almejam muito participarem?

Gabriel: Na verdade, por todas as dificuldades que já passei devido a cirurgias na perna, posso dizer que sou muito realizado nas corridas. Talvez meu sonho fosse algum dia participar de uma prova de triátlon. Mas, voltado para as corridas, à prova que desejo participar é a Meia Maratona das Cataratas (Foz do Iguaçu).

Amanda: Tenho um desejo grande de ser maratonista. Mas antes, pretendo melhorar meu pace nas distâncias de 5, 10 e 21km. Em relação à prova dos sonhos, com certeza seria a maratona do Mickey. Corremos recentemente em Orlando e foi algo mágico. Imagina aí, correr 42km passando pelos parques da Disney, encontrando personagens e depois receber a medalha do Mickey? Deve ser incrível!

10 – Qual a prova que mais marcou o casal até o momento e quais foram os motivos?

São tantas provas marcantes. Para ambos a resposta é a mesma: a primeira meia maratona. Foi na corrida Unimed em 2017. Aquela prova foi inesquecível não só por ter sido 21km, mas por termos enfrentados vários obstáculos até lá. Gostamos tanto de correr meia maratona, que de lá pra cá já corremos essa distância 8 vezes!

Amanda e Gabriel comemorando com muito amor a 1ª Meia Maratona

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *